i
11 9 9174 8290
mauriciobastos@espacointegracao.com.br
pt Portuguese
pt Portuguese

Fé - aquilo que te move essencialmente em seu dia a diaA prática da fé é na vida diária

Fé é saborear a vida em meio ao drama diário, acreditar verdadeiramente que tudo vai fluir como tiver de ser, pois nos empenharemos em Ser quem somos, com qualidade de presença, amor e sem a cegueira da ilusão ou mesmo a ansiedade de chegar em algum lugar específico. Desenvolver a fé é o caminho essencial proposto por muitas tradições espirituais que nos motivam a levantar da cama com alegria todos os dias ao acordar.

A fé é quando somos fiéis a aquilo em que acreditamos essencialmente, mesmo quando não temos a menor clareza sobre os fenômenos e situações que nos cercam, porém, agimos de acordo com nossa verdade e propósito essencial.

“Fé no latim – fidelis – que é fidelidade…”

“Fé é a fidelidade consigo ou com algo que realmente te faz vibrar e despertar…”

Fé - aquilo que te move essencialmente em seu dia a diaA fé é o caminho maravilhoso e transformador de “tornar possível o impossível”, ou seja, de transformar crenças, dogmas, hábitos, posturas, relacionamentos, etc, em uma vida mais condizente com quem realmente somos.

A prática da fé é a própria vida diária. Isto quer dizer que uma pessoa de sabedoria não é a que pratica um ensinamento separadamente dos acontecimentos seculares, do seu dia a dia; ao contrário, ela compreende profundamente os princípios que regem o mundo e principalmente o seu mundo interior e segue fiel a eles.

Sustentar a fé diariamente é um grande desafio. Contudo, quando estamos na prática constante do despertar da consciência, podemos conquistar uma condição interior que sustente a fé. Assim, desenvolvemos uma atitude proativa e criativa dessa realidade. Como consequência, extraímos valor e propósito do que queremos e quem somos.

Neste exercício constante através da “escola da vida”, é fundamental desenvolvermos o autoconhecimento, caminho fundamental para ampliar a conexão e a verdade interior e assim despertar a fé. A prática meditativa, através do silêncio, respiração consciente e observação desapegada amplia a consciência e o despertar para uma vida mais plena. Leia também o artigo sobre a Consciência.

“Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo.”

Martin Luther King

Disponibilidade para confiar e se entregar

A fé pode ser compreendida como o sentimento de “confiança no desconhecido”, porque é sobre um sentimento que começa dentro de você e aí se dirige para uma ação externa. A prática da fé é desenvolver um caminho que o conduz à liberdade e transformação das aflições e desconfortos. Se você sentiu um caminho que te inspira e encontra uma verdade interior, você tem a motivação, o poder e a força para criar novas realidades em sua vida.

A prática da fé começa na disponibilidade para o despertar e se permitir confiar em algo desconhecido e, à medida que você vai conhecendo e confiando nesta determinada trilha, naturalmente, a fé vai surgindo e se ampliando mais e mais.

Fé - aquilo que te move essencialmente em seu dia a diaA (auto)-traição é a falta de fé!

O oposto da fé é viver imerso na escuridão, manter-se na autossabotagem e destrutividade, onde habita o medo e a angústia, deixando o indivíduo passivo e inerte diante de determinadas situações. A resistência em enfrentar e superar os desafios desconfortáveis da vida, através da preguiça, procrastinação e negatividade são as consequências da falta de fé. Veja o artigo sobre Autossabotagem.

Crença x Fé

“Crença e fé não são sinônimos…”

A crença é um estado psicológico em que o indivíduo tem uma premissa para uma verdade. Quando damos crédito a algo ou alguém através de uma opinião já formada e definida.

A fé já é um comprometimento e fidelidade consigo ou com algo que é profundamente essencial, com aquilo que é verdadeiro em ti, mesmo que a nível externo não tenha nenhuma definição ou comprovação.

O misticismo e a fé caminham juntos. Se você não possui a confiança nos mistérios da vida e no mistério “de quem é” e “o que é” através do desconhecido dia a dia, a tendência é se autotrair (ser infiel a si), se abandonar e ficar somente buscando recompensas externas e, assim, desenvolver crenças limitantes.

A crença limita a expansão do Ser, impede despertar potenciais, habilidades e talentos e a vida tende a ficar mais previsível e entediante.

“Fé é perceber o que é valoroso em sua vida…” – conceito budista

Matéria-prima para a fé

O sentimento de “valor” não se encontra apenas no lado bom da vida, tampouco, o sucesso superficial de um ato externo pode ser considerado como um resultado duradouro. E, por incrível que pareça, já o “sofrimento” é a mãe das realizações. As preocupações e os fracassos, possibilitam-nos aprofundar a fé. E então, nossos sofrimentos tornam-se a matéria-prima (aprendizado) com a qual construímos a felicidade.

“Perspectiva Dharmica” é você transformar as dores do Karma em uma evolução Dharmica (propósitos essenciais).

Praticar o autoconhecimento é compreender que tudo pode ser transformado em benefício. O exercício é constante e diário, e com ele é possível alcançar essa compreensão e a força interior ainda inflexível.

O que faz a fé se tornar a força impulsionadora para uma vida diária com propósito é o comportamento daqueles que o praticam. Suas ações são resultantes de sua consciência interna.

“A vida é definitivamente a manifestação de nossa realidade interior…”

Fé e energia vital

A verdadeira intenção – com foco, fé e ação – é a base para que possamos expandir a energia vital e, como resultado, conduzirmos uma vida de grandes realizações.

Por meio da prática diária da fé, começamos a manifestar uma vigorosa energia vital e uma maior sabedoria para superar gradativamente todas as adversidades. Aí se encontra a verdadeira atitude da pessoa que põe em prática estes ensinamentos. Pode-se dizer que essa pessoa compreende o significado das leis universais.

Portanto, aceitar e honrar a vida como ela é, torna-se o princípio da prática da fé na sua vida cotidiana. Ela se origina no milagre desta existência e na gratidão por esta oportunidade preciosa da vida. Quando a cada instante praticamos a fé, o nosso comportamento, atitudes e palavras serão elevados e despertamos a energia vital e a possibilidade de uma maior compreensão desta existência e de uma vida plena e sábia.

“Andá com fé eu vou, que a fé não costuma faiá…” Gilberto Gil

Espalhe amor

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

19 − 10 =

Phone: 11 9 9174 8290