i
11 9 9174 8290
mauriciobastos@espacointegracao.com.br
pt Portuguese
pt Portuguese
O transtorno de ansiedade: causas e tratamentos

O transtorno de ansiedade: causas e tratamentosO distúrbio atinge mais de 18 milhões de pessoas no Brasil e pode estar associado à expectativa pessoal e mudanças drásticas no mercado de trabalho nos últimos anos

Em alguns momentos da vida, nos sentimos ansiosos ou preocupados demais com determinadas situações. Porém, ao contrário do que muitos pensam, isso não é necessariamente ruim, e sim uma reação natural do organismo, uma resposta preparatória a algo ainda desconhecido.

Mas, afinal, o que é a ansiedade?

Quando nos dispomos a uma circunstância que provoca medo, enfrentamento, expectativa ou dúvida, é comum que a ansiedade venha à tona. Ela ocorre sempre nas horas antecedentes deste tipo de situação, que pode variar desde uma prova difícil até o dia de uma cirurgia delicada. Assim, nos preparamos para enfrentar os desafios e, enfim, temos a ansiedade como, por incrível que pareça, uma aliada.

Quando a ansiedade torna-se patológica?

De acordo com a definição do manual de classificação de doenças mentais (DSM.IV), o transtorno da ansiedade generalizada é um distúrbio caracterizado pela preocupação excessiva ou expectativa apreensiva.

Os sinais de que a ansiedade ultrapassou os limites aceitáveis na vida de uma pessoa são muitos e englobam os seguintes sintomas:

  • Inquietação
  • Fadiga
  • Irritabilidade
  • Dificuldade de concentração
  • Tensão muscular
  • Perturbação do sono

Ou seja, a partir do momento em que a ansiedade for percebida como algo que impede ou prejudica as atribuições do cotidiano, deve-se buscar um tratamento.

Dicas para controlar a ansiedade

O Brasil chegou à preocupante marca de liderança na América Latina quando o assunto é ansiedade. A Organização Mundial de Saúde (OMS) indica que no país 18,6 milhões de pessoas são atingidas pelo distúrbio, cerca de 9% da população. Desta forma, a reflexão sobre como saber controlar e conhecer formas de diminuir a ansiedade é de extrema importância.

Algumas mudanças de atitude simples são as dicas para driblar a ansiedade:

Hobbies

Ao optar pela distração com atividades que gosta, como artesanato, jardinagem ou até mesmo um pet, a ansiedade diminui.

Exercícios físicos

Preocupar-se com o corpo traz sensação de bem-estar e ajuda na indução ao sono. Corridas, caminhadas, andar de bicicleta ou natação são formas de melhorar o cotidiano.

Meditação

Através de exercícios respiratórios, de preferência em um lugar silencioso, é possível encontrar harmonia para enfrentar as atribuições do dia a dia.

Massagem

Através da precisão em locais sintomáticos e estratégicos do corpo, o toque pode trazer o aconchego necessário, plenitude e harmonia.

Manter o foco no presente

Para não sofrer por antecedência, visualizar e centrar-se no momento atual ajuda no controle da ansiedade.

Bom humor

Um remédio para a ansiedade é o bom humor. A capacidade de rir de si mesmo e de situações cômicas ajuda no alívio da tensão.

Ansiedade x produtividade

Com as ferramentas de trabalho que o mercado apresenta atualmente temos a impressão de que é possível resolver todo e qualquer problema do mundo corporativo em um piscar de olhos, mas nem sempre existe essa possibilidade.

Para aprendermos a lidar com situações em que somos muito exigidos, é necessário um aprofundamento maior sobre as tarefas que estamos realizando. Com isso, evitamos um fenômeno atual que tem sido bastante estudado em diversas áreas: o multitasking, ato de executar muitas tarefas ao mesmo tempo.

Espalhe amor

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

quatro × 3 =

Phone: 11 9 9174 8290