i
11 9 9174 8290
mauriciobastos@espacointegracao.com.br
pt Portuguese
pt Portuguese

O poder do SilêncioO silêncio é essencial para ter uma vida equilibrada

A prática do silêncio é atualmente um dos maiores desafios da humanidade. Numa sociedade impregnada de “barulhos”, a conexão com o silêncio está cada vez mais desafiadora.

Nesse momento de pandemia, onde temos um “chamado” para desacelerar, respirar e silenciar, infelizmente, não é o que tem acontecido. Não estou me referindo somente ao silêncio de simplesmente manter-se calado e, sim, o silêncio de não se identificar e apegar-se a pensamentos, emoções e sensações.

A prática do silêncio vem de uma capacidade profunda de desenvolvimento da qualidade de presença através da auto-observação e, consequentemente, da autoescuta. Portanto, a qualidade da fala está diretamente ligada à condição da relação que temos com os pensamentos.

A necessidade de falar compulsivamente, vem da dificuldade em testemunhar e observar os pensamentos (sem se apegar a eles), como também uma objeção em praticar a respiração consciente, principalmente ligada à expiração. Quando temos uma expiração consciente, soltamos o ar tranquilamente e com profundidade e, dessa forma, podemos relaxar, esvaziar e por consequência, silenciar.

“Expirar é a prática sagrada de terminar, finalizar e assim silenciar…”

Se temos o ar preso, significa também que não terminamos alguns tipos de pensamentos, emoções e sensações. Significa que precisamos “esvaziar”, porém, não sabemos como e, ao mesmo tempo, temos muito medo do “vazio”.

Nos apegamos ao que temos, apesar do desconforto da vivência, e muitas vezes só praticamos o ato de reclamar repetidamente. Veja também o artigo “Medo do Vazio”.

“Re-clamar: falar novamente e novamente…..”

É recorrente ouvir pessoas dizerem que suas vidas estagnaram e nada parece acontecer de novidade, ficam somente reclamando e buscando alguma solução mágica no “fora”.

O autoconhecimento é a chave fundamental para abrir as portas da percepção e, assim, percebemos que os inúmeros estímulos barulhentos externos só nos distraem e preenchem com sensações momentâneas em nossas vidas.

Precisamos mergulhar no mundo interno e desenvolver uma autoinvestigação para descobrir os propósitos essenciais da vida. A maioria das pessoas se apega somente aos estímulos externos para alcançar algum lugar idealístico e utópico que só irá proporcionar momentos de pseudoplenitudes e preenchimentos descartáveis do vazio.

“O anseio ao poder, ao prazer, ao amor, ao reconhecimento, ao sucesso, à felicidade…”

A ansiedade é a grande causadora do barulho interno

A humanidade moderna vive em um universo de ilusões, projeções e fantasias do que entende ser o “melhor” para si e faz de tudo para chegar nesse “melhor”.

Ao nos esquecermos do sagrado momento presente – o agora – de aproveitar, valorizar e desfrutar a vida como ela está, que é a arte do contentamento, podemos nos sentir sempre incompletos, em busca de agitação e resultados determinados. Então, surgem diversos padrões profundos de controle e expectativas que nos trazem muitos desconfortos em vários níveis.

Você sabia que a falta de silêncio nos causa danos graves?

O poder do SilêncioA falta da prática do silêncio nos faz perder o contato com a profundidade de nosso Ser. E em função dessa vida agitada e moderna, acabamos perdendo o hábito de estar em silêncio com nós mesmos, ou seja, ficarmos em nossa própria companhia.

Cada vez mais as pessoas, na ausência de ruído ou solitárias, experimentam um vazio dentro si, quando não uma vivência de pânico mesmo. Estar só se tornou uma experiência ameaçadora pois tememos a solidão, principalmente, pelo medo do encontro com sentimentos e memórias profundas.

Para evitar estar a sós e em silêncio, criamos compromissos e afazeres “inadiáveis”, um após o outro. Viramos fazedores compulsivos na relação coma a casa, trabalho, família e afins, usando a tecnologia (celulares, computadores, TVs e jogos eletrônicos barulhentos) como pretexto para não nos escutarmos e silenciarmos.

Mas uma coisa é certa, o silêncio é essencial para termos uma vida mais alinhada com o nosso Ser e com propósitos essenciais e prioridades na vida. Leia mais sobre A Sabedoria do Silêncio.

“Nós não queremos ter tempo para estar a sós com nossas questões e com nossa presença…”

“Estou na correria…”

“Não tenho tempo…”

Silêncio Terapêutico e Meditação

Estudos científicos já comprovam que existem processos cerebrais que só podem ser realizados em silêncio. No geral, ele leva a ampliar a percepção sobre nós mesmos e isso depura as emoções, reafirma a identidade e gera autoconhecimento.

O silêncio é o elemento principal da meditação e podemos afirmar que experimentá-lo, ainda que por breves momentos do dia, é determinante para manter a saúde mental e melhorar o nosso estado físico, emocional e cognitivo.

A maioria das respostas profundas de nossas vidas virá através do silêncio, que se traduz em insights, visões e intuições. Você já pensou em implantar o silêncio terapêutico em sua rotina? Isso pode ser feito através de inúmeras práticas meditativas existentes.

Relaxe com a Meditação do Silêncio Interior, por Maurício Bastos

Conheça o canal do Youtube, muitos vídeos de meditação, viagens e entrevistas exclusivas.

“Cuide para que sua fala, seja melhor que seu silêncio…”

Fontes:
https://administradores.com.br/artigos/a-sabedoria-do-silencio
https://portalamazonia.com/noticias/o-silencio-e-o-remedio-da-alma
Espalhe amor

1 Comment

  • by

    Joana de Lucca

    Posted 22 de outubro de 2020 08:47

    Ótimo artigo!
    Adorei

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

15 − catorze =

Phone: 11 9 9174 8290